Abraham Palatnik -Tecnologia e Arte

Tecnologia e arte

De família de origem judia e russa, Palatnik estudou pintura, desenho, história e filosofia da arte, na mesma época em que fazia um curso de motores a explosão na antiga Palestina, atual Israel.

Abraham Palatnik é um dos pioneiros na junção de tecnologia nas artes visuais, mundialmente falando. O desenvolvimento do trabalho de Palatnik é muito excêntrico pelo fato de que seu trabalho envolve uma leva de consequências inesperadas, embora seja enfático nas suas características ao longo de mais de seis décadas de trabalho.

Palatnik nasceu na década de vinte, no ano de 1928, na cidade de Natal. Vive e trabalha na cidade maravilhosa – Rio de Janeiro. Ao longo de sua trajetória participou de nada mais nada menos, do que de oito edições da Bienal de São Paulo entre os anos de 1951 à 1969, além de ter marcado presença na 32ª Bienal de Veneza, Itália no ano de 1964, juntamente com grandes nomes da época como; Mavignier e Weissmann.
Em 1949, iniciou suas pesquisas de campo de luz e do movimento. Após este trabalho desenvolveu seu primeiro aparelho cinecromático, Azul e Roxo e o expõe 1ª Bienal Internacional de São Paulo (1951), com este trabalho, Platnik obteve menção especial do júri internacional. De 1953 a 1955, participou de um grupo chamado “Frente”, que faziam debates e discussões sobre arte abstrata. Foi então que, a partir da década de 60 que Palatnik começou a produzir máquinas artísticas, onde peças coloridas ganham movimentos inusitados em função de um complexo sistema de motores e engrenagens.

Suas exposições de maior importância são: Arte construtiva realizada no Brasil – Coleção Adolpho Leirner no Museu de Arte Moderna do Estado de São Paulo em 1998; 1ª Bienal do Mercosul, em Porto Alegre (1997) e no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro em 1998.

Suas exposições mais recentes foram: A reinvenção da pintura, no Centro Cultural Banco do Brasil em 2013; Ordenando as nuvens que ficou em cartaz por 2 anos, de 2004 a 2005, na Galeria Nara Roesler, em São Paulo, Brasil e Ocupação Abraham Palatnik, no Instituto Itaú Cultural em 2009.

Confira as obras de  Abraham Palatnik:

Criação

criação

Criação

Confira um vídeo sobre o trabalho de Abraham Palatnik:



Você adora obras de arte artigos de decoração antigos? Curta nossa página do Facebook e fique por dentro das novidades!